BLOG DO RONALDO - NEGÓCIOS JÁ
  HOME   -    NEGÓCIOS JÁ   -    MÍDIA SOCIAL    -    CONTATO
 
 
Usiminas consegue renegociar as dívidas com os Bancos Japoneses e Debenturistas no último dia do prazo.
 
 

A USIMINAS obteve dos Bancos Japoneses e dos Debenturistas a renegociação esperada para, hoje, 31/08, que livra a companhia de obrigações que poderia levá-la a condição de falência. A habilidade já exaltada do Vice-Presidente de Finanças e Relações com Investidores, Ronaldo Seckelmann, foi novamente testada e respondeu positivamente dentro de uma expectativa que cercava todos que acompanham o soerguimento da Usiminas nos últimos trimestres. ?leia, abaixo, o FATO RELEVANTE publicado agora no fim da tarde e disponibilizado para o leitor do bloco em primeira mão!

Belo Horizonte, 31 de agosto de 2017.

Ronald Seckelmann

Vice Presidente de Finanças e Relações com Investidores

FATO RELEVANTE

Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. - USIMINAS ("Usiminas" ou "Companhia") vem pelo presente, em complementação ao Fato Relevante de 30.06.2017, informar que obteve dos Bancos Japoneses e dos Debenturistas (conforme definidos nos Fatos Relevantes de 09 e 12.09.2016) a concordância, em caráter definitivo, para a dispensa da obrigatoriedade de realização da operação de oferta de troca (exchange offer) das notas com vencimento em 2018 emitidas por sua subsidiária Usiminas Commercial Ltd. ("Oferta de Permuta" e "Notas", respectivamente). Dessa forma, também se tornou definitiva a concordância dos Bancos Brasileiros (conforme definidos nos Fatos Relevantes de 09 e 12.09.2016) para a dispensa de realização da Oferta de Permuta, a qual foi informada no Fato Relevante de 30.06.2017.Em contrapartida, a Usiminas fará um pagamento aos Bancos Brasileiros, aos Bancos Japoneses e aos Debenturistas (em conjunto, "Credores"), em 15.12.2017, correspondente a 50% do saldo do principal em aberto das Notas, de forma pro rata, a título de amortização parcial das dívidas da Usiminas com cada um destes Credores, além de pagar um waiver fee, usual neste tipo de operação.

Com a obtenção das referidas dispensas definitivas, a Usiminas encerra um importante ciclo de renegociação de suas dívidas, passando os esforços de sua equipe a estarem integralmente concentrados na geração de resultados sustentáveis para a Companhia.

Belo Horizonte, 31 de agosto de 2017.

Ronald Seckelmann

Vice Presidente de Finanças e Relações com Investidores